Bairro Lagoinha, em BH, ganha cerveja em sua homenagem

Por Renata Abritta

Iniciativa da cervejaria Wäls, rótulo vai reproduzir as artes criadas pelos artistas do Cura

A Wäls se uniu ao Circuito Urbano de Arte (Cura) em um movimento para resgatar a história da região da Lagoinha, reduto popular da capital mineira na década de 60. Serão 11 dias – de 5 a 15 de setembro – de festa na rua Diamantina com DJs, Bar Wäls, roda de samba de rua, shows, oficina, mesas de debate e feira de arte.

O festival CURA Lagoinha conta com a participação de diversos artistas locais e de fora. Entre os convidados dessa edição, estão: Zé d Nilson, Raquel Bolinho, Elian Chali, Luna Bastos, Saulo Pico, Wanatta e Fênix, Rupestre Crew, Gabriel Dias, Nila, Priscila Amoni.

Cerveja exclusiva

Para marcar esse momento, a cervejaria está lançando um rótulo especial, chamado Copo Lagoinha, uma pilsen puro malte leve e clara, com 4,2% de teor alcoólico e 20 IBU. A cerveja não é filtrada e pode ser consumida, claro, no copo lagoinha. Ela será exclusiva, com venda apenas nos bares do local. Seu rótulo também será especial. Totalmente branco em um primeiro momento, ele vai reproduzir as artes criadas pelos artistas do Cura nas edificações. Mas isso, só após o festival chegar ao fim.

Engajada com a região, a Wäls está desenvolvendo uma ação para que o nome “Copo Lagoinha”, seja reconhecido pela marca fabricante. Saiba mais Aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s